quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Essa mulher vai te largar, José

Você está pronto, José, para ver sua mulher amar outro homem? Para ver seus gatos irem para a casa dele com ela, e ele nem gostar tanto destes gatos que você trata melhor do que trata a sua avó?
Você está pronto para um dia ela encher o saco da bagunça que você faz aqui na sua casa, da sua incapacidade de separar roupa branca da colorida para lavar e ao mesmo tempo ter esse toc de não deixar a menina deitar na sua cama com roupa da rua?
Porque eu estou de afirmando, José, essa mulher vai te largar. Escute seu velho pai, coloca uns discos do Belchior pra tocar para ela, aprende a cozinhar, come ela gostoso José. E não faz essa cara pra mim, ou você acha que eu não transo com a minha mulher?
Eu posso não saber muita coisa da vida, mas eu já chorei, já sofri, já achei que ia morrer de amor. E quando eu achei que estava a salvo, foi ai que eu sofri de novo, porque quando a gente acha que o amor está garantido no bolso, é aí que acaba, meu filho.
Não subestima o fim do amor, não acha que amor é eterno ou a prova de tudo, aliás, também não subestima o passado que o amor tem, somos todos sequelados de guerra, cheios de hematomas pelo corpo destes amores que vem antes dos atuais. E isso deixa a gente diferente, meio desconfiado da bonança, ou calado em dia de chuva lembrando daquele que veio antes.
Por isso se ela fica calada nos seus braços, ou olhando para o nada, respeita o silêncio, respeita quem veio antes de você e entende que todo mundo é construção de um amor, somos construídos por nossos afetos e isso nos faz humanos, melhores como pessoas.
Só quem sofreu e ficou como um cachorro magro de rua consegue amar de novo, pois quando se percebe que disso não se morreu, a gente fica mais resistente e teima em gostar de novo.
Mas ao mesmo tempo isso também nos faz mais fortes, mais resistentes, olho de lince na hora de perceber que está sendo maltratado e dai ganha a mesma coragem de pular fora quando sabe que não está bom.

Por isso eu estou te dizendo, José, essa mulher vai te largar. Ou você se apruma e olha pra ela como se ela fosse arte, ou eu vou ser o primeiro a dizer “muito bem” quando ela for embora.

Um comentário:

  1. I practically falter to incorporate this on the rundown, yet more than once I have been made a request to audit a kindred writer's original copy or distributed book, and it abuses each written work govern on the books or potentially it contains mistakes. At any rate, I suggest putting resources into an expert editor. jane jenkins herlong

    ResponderExcluir