quinta-feira, 20 de agosto de 2015

DA DIFÍCIL ARTE DE VELAR UM AMOR




Enterrar um amor que não começou é uma das grandes crueldades da vida.
Enterrar antes de ele vir a ser. Antes de acabar, de se esgotar sozinho ou num domingo à tarde, antes do meio, antes que ele acabasse com a gente.
Antes de tudo que poderia ter sido.
Poucas coisas são tão cruéis como “aquilo que poderia ter sido”.
Velar a possibilidade tímida, mas tão presente. Ignorar o corpo do outro, o cheiro do outro, o peso do outro em cima do seu corpo. Eu não aprendi a fingir que o amor não existe. Não sei não atender a ligação do amor. Não responder. Não querer deitar na cama, pegar pela mão e andar pelo mundo.
Da crueldade de ter apenas memória boa do amor. De antes dele ser amor (porque você teve que enterrá-lo antes que ele começasse, é preciso lembrar disso), de só conseguir lembrar de um monte de sorrisos bestas, memórias compartilhadas, arrepios no meio do dia. Da crueldade de ter isso e de não ter mais.
Da crueldade de desapegar. De deixar ir até mesmo esse, que não poderia mesmo ser seu.
Principalmente esse.

Um comentário:

  1. Virtual actuality for the online betting industry is still new. According to analysts, they predict that virtual actuality technology will assist the net betting industry obtain a $520 million profit by 2021. While traditional slots come with a single 카지노사이트 horizontal payline at the heart, other slots characteristic quantity of} combos of paylines.

    ResponderExcluir