quinta-feira, 20 de agosto de 2015

2015



Esse ano eu vou ter um cachorro que vai se chamar Baleia.
Voltar a cozinhar só para sentir o gosto de coisas feitas por mim.
Pratos e livros em banho-maria. Entendendo o ponto certo de cozimento de cada um.
Esse ano eu vou colocar a rede na sala, e prender os quadros no lugar certo.
Eu vou ler o jornal todos os dias sem sair correndo.
Eu não saio mais correndo. Nem atrás de você.
Eu vou só caminhar na Lagoa.
Lembrar que o mar fica perto de casa.



Planejar viagens com calma, e tirar miniférias sempre que der.
Esse ano eu respiro fundo, porque sei que um monte de coisa muda.
Porque nada na minha vida por fora é calmo.
E se por dentro eu não for, vira tudo um furacão.
And I’ve a feeling we’re not in Kansas anymore, Toto.
Esse ano eu quero cumprir pelo menos um destes planos.
Mesmo que no dia 31 eu tenha fechado os olhos e prometido não fazer nenhum deles.
Eu só quero mar calmo, brisa leve e paixões fortes.
E café quente.
E comida boa.
E palavras em seu devido lugar.

No Comments Yet, Leave Yours!